Logo do estado

Bacharelado comemora 20 anos e homenageia professores de música

Versão para impressãoEnviar por email

Uma noite de homenagem a todos que trabalham em prol da educação musical no Pará. Foi assim o concerto que comemorou os 20 anos do Curso de Bacharelado em Música do Instituto Estadual Carlos Gomes (IECG). O evento promovido pela Fundação Carlos Gomes (FCG), entidade que mantém o IECG, prestou homenagem a 28 pessoas que contribuíram com a criação e consolidação do curso em duas décadas de existência.

Os Professores Ronaldo Sarmanho (Violino),  Amilcar Pimenta Gomes (Regência), Rodrigo Santana (Viola), Harley Bichara (Saxofone) e Ricardo Aquino (Percussão), responsáveis pelas Orquestras e Bandas da FCG, receberam medalhas e autoridades e ex-coordenadores do curso foram agraciados com placas comemorativas e diplomas. ‘Estou muito feliz pelo reconhecimento do trabalho. Já são duas décadas de dedicação, pude acompanhar todo o desenvolvimento do curso de percussão, todo apoio que a Fundação deu para gente desde a aquisição de instrumentos até a melhoria das instalações. Se hoje no cenário da percussão eu tenho nome é graças ao que a Fundação Carlos Gomes me proporcionou’, disse o professor Ricardo Aquino, que coordena os Grupos de Percussão da Fundação.

O concerto teve a participação de alunos, ex-alunos e professores do curso que fizeram apresentações musicais solo e em grupo.  Foi um momento também para conhecer um pouco da produção musical do curso. O quarteto de percussão formado pelos alunos Bruno Azevedo, Caio Tarso, Matheus Martins e Bruna Cabral foi um dos mais aplaudidos. Os alunos são todos muito jovens e sonham em integrar orquestras e bandas. Como o Matheus Martins, que está no segundo ano do bacharelado. ‘ Poder participar desse momento histórico é um privilégio para todos nós porque a gente vê que o Instituto está dando bons frutos. Decidimos fazer um trabalho diferenciado para levar o nome do Instituto já que somos fruto daqui e acho que isso é importante para nossa carreira musical’.

Uma das peças apresentadas foi uma composição escrita pelo músico Davi Valois, aluno do curso de composição e arranjo. Nascido em Tucuruí, o estudante se empolga a falar do curso. ‘A habilitação que eu faço é única no país. É o único curso de composição e arranjo do Brasil. É um curso que está trazendo renome para o Instituto’.

A música que ele compôs fez parte do repertório do concerto. ‘Nós trouxemos composições originais que foram escritas especialmente para a disciplina. A música se chama ‘Eita, as desventuras de um caixeiro viajante no sertão nordestino’, que fala sobre um imigrante turco que vem para o Brasil e se estabelece no Recife mas começa a viver como caixeiro viajante e passa a vender coisas pela região. A música nordestina tem elementos da música árabe e a música dialoga um pouco com isso’, contou.

Criado em 1996, o Bacharelado em Música do IECG formou aproximadamente 300 músicos em vinte anos de existência. Atualmente, o curso tem 158 alunos e mais de 40 professores.

O professor de Trombone Manasses Malcher é da primeira turma do Bacharelado. Oriundo de uma família de músicos, ele morou 15 anos no exterior, fez parte de orquestras na Rússia e cursou mestrado na Alemanha, onde se especializou no seu instrumento. ‘É muito importante poder fazer esse curso aqui e não precisar mais buscar esse conhecimento fora do país’. O curso expandiu bastante. Sou grato por fazer parte desse curso agora como professor’.

 

FCG: Av. Gentil Bittencourt, 909 - CEP: 66040-174 - Belém / PA - (91) 3201-9450
IECG: Av. Gentil Bittencourt, 977 - CEP: 66040-000 - Belém / PA - (91) 3201-9480

© Copyright 2013 Fundação Carlos Gomes - FCG. Todos os direitos reservados.